Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Empreendedorismo’ Category

No Painel “Empreendedorismo de Alto Impacto”, Beto Sicupira apresenta suas idéias sobre liderança e o que diferencia bons líderes daqueles excepcionais.

E você, qual a sua opinião sobre este assunto?

Anúncios

Read Full Post »

 

Nos dias 19 a 21/11 acontece em São Paulo o Startup Weekend. Sem papo, só ação! Tem uma ideia? Apresente-a em 1min na noite de sexta-feira, torça para ser uma das mais votadas, monte uma equipe multidisciplinar. Passe o final de semana trabalhando na prova de conceito, ou protótipo, ou plano de negócios. Receba ajuda personalizada de excelentes mentores, apresente o resultado no final do domingo para uma banca de analistas e investidores. Parece intenso? É sim!

O evento será parceiro da Semana Global de Empreendedorismo.

Informações: http://saopaulo.startupweekend.org/

Participe!

Read Full Post »

Por Cleto Paixão

Tenho recebido alguns questionamentos sobre a contratação de Empreendedores Individuais – EI, por outras empresas, repassaremos algumas informações importantes que podem ajudar a evitar problemas fiscais, quando contratarem essa modalidade empresarial.

Antes me permitam explicar uma coisa, considera-se Empreendedor individual, o empresário individual descrito no art. 966 da Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002 – Código Civil, que tenha auferido receita bruta, no ano-calendário anterior, de até R$ 36.000,00 e que seja optante pelo Simples Nacional, regulamentado pela Lei Complementar no. 123/2006 Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, alterada pela Lei Complementar nº 128/2008.

Agora vamos lá, as perguntas?

Posso contratar um Empreendedor individual como terceirização de mão de Obra?

Não, o Empreendedor Individual não poderá realizar cessão ou locação de mão-de-obra essa determinação veio através da Resolução CGSN n.º 58/09, em seu artigo 6º.

Essa atividade por ter caráter contínuo, pode ser entendida como serviço com vínculo empregatício. a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) diz em seu artigo 3º:  “Considera-se empregado toda pessoa física que prestar serviços de natureza não eventual a empregador, sob a dependência deste e mediante salário.”

Posso contratar Um Empreendedor para serviços de consultor ou instrutor?

Não, o Empreendedor Individual não pode exerce serviços decorrentes do exercício de atividade intelectual, de natureza científica, pois não é considerado empresário tal como: o advogado, o médico e o engenheiro.

Afinal que tipos de serviços posso contratar de um Empreendedor Individual?

Segundo o artigo 6º da Resolução CGSN n.º 58/09 parágrafo 5º o E.I poderá prestar serviços para outras empresas nas seguintes condições:

  1. I.      Serviços de natureza não eventuais, ou seja, não permanentes;
  2. II.      Quando se tratar de serviços permanentes desde que realizados dentro das instalações do  E.I;
  3. III.      Prestação de serviços de hidráulica, eletricidade, pintura, alvenaria, carpintaria e de manutenção ou reparo de veículos, conforme parágrafo 5º, do artigo 6º, da Resolução CGSN n.º 58/09

Vamos Exemplificar:

Uma empresa que fabrica roupas em Santa Cruz do Capibaribe – PE se precisar de costureiras para atender a um aumento de demanda, poderá contratar empreendedores individuais, desde que, as atividades sejam executadas nas dependências do E.I.

Também pode esta mesma fábrica contratar o E.I para executar atividade de limpeza e manutenção das máquinas, por ser tarefa de natureza não contínua.

Já se a empresa precisar de um almoxarife ou uma cozinheira para o refeitório da empresa, não poderão ser Empreendedores Individuais. Essa atividade é contínua e gera vínculo empregatício.

È importante ressaltar que a criação do Empreendedor Individual tem como finalidade principal trazer a formalidade, atividades que pela sua natureza sentia dificuldades em obter, proporcionando garantias legais e diretos previdenciários,

Não é a intenção da Lei fragilizar as relações de trabalho, como aconteceu no início das cooperativas de trabalho onde houve má interpretação da legislação e algumas empresas trocaram carteiras de trabalho por Notas Fiscais de cooperativa.

O Empreendedor Individual trouxe um avanço ao empreendedorismo do Brasil, mas ao ser contratado por outras empresas os critérios citados devem ser observados, afinal devemos nos precaver para quando Chegar um Fiscal.

Participe da Semana do Empreendedor Individual acesse

http://www.sebrae.com.br/customizado/semana-do-empreendedor-individual

Read Full Post »

Caro Leitor

Deixo aqui o nosso agradecimento por ter votado no Beco com Saída como um dos melhores blogs de Empreendedorismo no Brasil.

O seu voto nos colocou entre os 100 semi-finalistas do Prêmio Top Blog Brasil 2010 (http://www.topblog.com.br/2010/index.php?pg=Top100).

Agora estamos, graças a você, na segunda etapa de votação internautas + juri acadêmico que começa no dia 10/10 e termina no dia 10/11.

Se você gosta do conteúdo que compartilhamos aqui confirme o seu voto clicando na logo do Prêmio aqui do lado.

Muito obrigado!!

Abraços

Beco com Saída

Read Full Post »

Algumas características são decisivas para quem pretende se aventurar pelo mundo dos negócios. Conheça e procure desenvolvê-las:

– Assumir riscos – Os riscos fazem parte de qualquer atividade e é preciso aprender a administrá-los. Arriscar significa ter coragem para enfrentar desafios, ousar a execução de um empreendimento novo e escolher os melhores caminhos, conscientemente;

– Aproveitar oportunidades – Tem que estar sempre atento e ser capaz de perceber, no momento certo, as oportunidades de negócio que o mercado oferece;

– Conhecer o ramo – Quanto mais você dominar o ramo em que pretende atuar, maiores serão suas chances de êxito. Se você já tem experiência no setor, ótimo. Se não tem, busque aprender através de cursos, livros, centros de tecnologia, ou até com outros empresários;

– Saber organizar – Ter senso de organização e capacidade de utilizar recursos humanos, materiais e financeiros de forma lógica e racional. A organização facilita o trabalho e economiza tempo e dinheiro;

– Tomar decisões – Ser capaz de tomar decisões corretas no momento exato, estar bem informado, analisar friamente a situação e avaliar as alternativas para poder escolher a solução mais adequada. Essa qualidade requer vontade de vencer obstáculos, iniciativa para agir objetivamente, e confiança em si mesmo;

– Ser líder – Saber definir objetivos, orientar a realização de tarefas, combinar métodos e procedimentos práticos, incentivar pessoas no rumo das metas definidas e produzir condições de relacionamento equilibrado entre a equipe de trabalho em torno do empreendimento;

– Ter talento – E uma certa dose de inconformismo diante das atividades rotineiras para transformar simples idéias em negócios efetivos;

– Ser independente – Precisa soltar as amarras e, sozinho, determinar seus próprios passos, abrir seus próprios caminhos, decidir o rumo de sua vida, enfim, ser seu próprio patrão;

– Manter o otimismo – Nunca deixar de ter a esperança de ver seus projetos realizados, porque quem é bem informado conhece o chão que pisa e tem confiança em seu desempenho profissional.

Read Full Post »

Por Marcos Kahtalian

Claro – alguém vai dizer – e já vou logo concordando, estratégia não é ação tática e não muda o tempo inteiro. Definitivamente verdadeiro. Contudo, não menos verdadeiro é o fato de que o mercado nos impõe a velocidade das inovações, criando novos padrões, novas categorias, ou simplesmente modificando hábitos de consumo.

Pense nas pequenas revoluções que foram (são) o surgimento das comunidades virtuais. Quando todo mundo pensava que uma excelente ferramenta como o MSN dava conta de tudo, eis que surgem Orkuts, Facebooks, Twiter e outros portais comunicacionais que fragmentam mais ainda a audiência e exigem novas estratégias de promoção.

Nessas alturas do campeonato, escrever em um blog, como fazemos aqui, é apenas uma das múltiplas maneiras pelas quais a inovação comunicacional nos pegou de jeito. Já estamos atrasados para o próximo passo.

Isso para dar o exemplo da TI. Mas o mesmo aconteceu e acontece em cada setor, onde concorrentes mais rápidos lançam novidades que reformulam todo o mercado – seja um novo remédio, um dispositivo de bio-tecnologia, o que for – de forma que a noção de que a estratégia é uma camisa de força, precisa ser cuidadosamente repensada.

Se a estratégia pode essencialmente permanecer a mesma, talvez não suas táticas – vale dizer, sua forma de atuação no mercado.

Quero dizer que se me especializo em custos baixos, em liderança de produto, ou em intimidade com o cliente (três das grandes categorias de posicionamento genérico empresarial) nem por isso devo deixar-me contaminar pela lentidão dominante das empresas, onde toda decisão demora anos para ser tomada e quando finalmente esta acontece, já não se faz mais necessária: o mercado mudou mais rápido do que levamos para decidir nossa ação.

Por tudo isso, velocidade sim: nas empresas e na concentração da estratégia em programas táticos que prevejam a necessária flexibilidade de um mercado mutante.

Marcos Kahtalian

SEBRAE/PR

Read Full Post »

Por Edmilson Koji Tanaka

Para obter financiamentos de qualquer gênero – capital de giro, de máquinas ou de veículos, entre outros – não basta desejar e solicitar ao seu banco.

É necessário um bom plano de investimentos!

“Financiar algo ou algum dinheiro, significa tomar adiantado valores de algum ente financiador com a promessa de pagá-lo numa data futura, mas, quando será?”

Inúmeras foram as vezes em que me deparei com empresários desejosos em obter financiamento para o seu negócio. Porém, não obstante todo seu esforço na busca por agentes financiadores, as recusas eram frequentes.

Motivo: solicitações realizadas sem a devida consistência de informações.

Resultado: o gerente do banco, apesar de confiar no empresário, não obtém a devida segurança quanto ao retorno deste dinheiro emprestado.

FINANCIAMENTOS, sejam eles para início ou para a expansão dos negócios, o primeiro passo muito importante é que você elabore um detalhado plano de investimentos, contemplando:

  • sua proposta de negócio: com a criação ou com o incremento
  • o que o investimento irá contemplar: aquisições, ampliações, capital de giro
  • quando e quanto: em quais momentos e quais montantes de $ serão necessários
  • sua expectativa de vendas e de resultados: quanto vai vender e quanto vai lucrar
  • a projeção do fluxo de caixa: descrição analítica das previsões de entradas e saídas de dinheiro no caixa
  • a análise da sua capacidade de pagamentos, especialmente frente as parcelas de amortização que estarão sendo contraídas
  • o que poderá ser oferecido como garantias deste financiamento

PORTANTO, não basta desejar financiamentos!  Acima de tudo é necessário saber demonstrar como esse dinheiro será aplicado e como ocorrerá o seu retorno.

Você também está interessado em obter financiamentos?

SAIBA, é possível sim obtê-los!

BASTA QUE você elabore um bom planejamento de investimentos e de pagamentos e que conquiste a confiança de seu gerente!

NÃO fale de sonhos para o gerente da sua conta bancária, APRESENTE um criterioso projeto de investimentos!

Edmilson Koji Tanaka

SEBRAE/PR

Blog: http://portal.pr.sebrae.com.br/blogs/posts/financas?c=1197


Read Full Post »

Older Posts »