Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘cálculo do lucro’

Para o caso de distribuidores, tanto as margens de contribuição quanto as margens de lucro de cada produto a serem aplicadas, estão diretamente ligadas à realidade do negócio e ao seu mercado, e ainda ao poder de competitividade da empresa.

A margem de contribuição indica o valor para que a empresa cumpra suas obrigação quanto aos custos fixos e despesas relacionadas indiretamente à comercialização.

A margem de lucro define o índice de comercialização na formação dos preços de venda.

A Margem de Lucro é definida, considerando:

  • As oscilações do mercado;
  • O foco do negócio;
  • O potencial dos consumidores;
  • O nível de parceria com os fornecedores.

Portanto, uma vez calculados os limite de Capital de Giro, Ponto de Equilíbrio e do Lucro Líquido, é possível estabelecer a Margem de Lucro adequada aos diversos produtos.

Obviamente, também os fatores como Custos Fixos e Variáveis devem ser considerados e avaliados.

Alguns pontos, intangíveis, como a Qualidade no seu conceito mais amplo e a Produtividade, precisam ser inseridos na avaliação das margens de lucro e de contribuição.

Anúncios

Read Full Post »

Utilizando o demonstrativo de resultados do exercício – DRE.

A função desta ferramenta é a de informar se a empresa está obtendo lucro ou não nas operações pertinentes a um determinado período, geralmente de um mês.

Os valores que compõem o DRE devem corresponder ao mês que está sendo analisado, portanto, não necessariamente, se houve a efetivação dos pagamentos dos custos e dos recebimentos das vendas, naquele determinado mês.

O DRE possibilita diversas análises, como a do Lucro Líquido ou Prejuízo. Se a empresa tiver com valor negativo pode significar:

  • Faturamento abaixo do ponto de equilíbrio, faturamento necessário para pagar os custos e despesas.
  • Custos Fixos elevados em relação ao faturamento.
  • Formação dos preços de venda com margens muito baixas de lucro ou até mesmo zeradas ou negativas, possivelmente os preços estão sendo calculados sem a inserção dos custos fixos.
  • Despesas financeiras muito elevadas, devido, provavelmente, ao desconto de cheques ou duplicatas.

gestão financeira

Read Full Post »