Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘negocias dívidas’

Antes de renegociar suas dívidas, a empresa precisa descobrir a origem dos problemas financeiros.

Se está tendo prejuízo operacional, precisa identificar as suas causas, que podem ser custos elevados, aumento de despesas, queda no volume das vendas, etc. para tomar as ações necessárias à eliminação das mesmas, ou seja, comprar ou produzir melhor, cortar despesas desnecessárias, promover um aumento nas vendas, etc.

A única forma de ter condições de pagamento das dívidas é com a geração de lucro líquido em suas atividades operacionais.

O gestor financeiro deverá relacionar todas as dívidas com as suas principais características.

Exemplo:

Vencimento

Credor

Origem

Valor

% Juros

Obs.

31.01.04

Governo

Impostos

5.000,00

1%

20.02.04

Fornecedor A

Compra

10.000,00

2%

Protestado

28.02.04

Banco X

Empréstimo

50.000,00

5%

Garantido

Total

O gestor financeiro deverá desenvolver o processo de renegociação das dívidas, adotando os seguintes princípios:

Relevância: começar com os credores/fornecedores com o maior volume de dívidas e que sejam importantes no desenvolvimento dos negócios da empresa.

– Comunicação: informar os credores/fornecedores da situação da empresa e do interesse em buscar uma solução.

– Parceria: tratar os credores/fornecedores como parceiros na solução de problemas de interesse comum.

– Transparência: assumir novos compromissos com os credores/fornecedores dentro da capacidade de pagamento da empresa, que se dará com a geração de lucro líquido.

– Credibilidade: criar junto aos credores/fornecedores um conceito de credibilidade, cumprindo os compromissos assumidos no processo de renegociação.

– Antecipação: informar antecipadamente os credores/fornecedores de qualquer problema que possa impedir o cumprimento do compromisso assumido anteriormente, buscando um novo encaminhamento.

O gestor financeiro deverá registrar no Fluxo de Caixa as dívidas recém-renegociadas, para seu controle e pagamento no respectivo vencimento.

Read Full Post »