Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘plano de negócios’

Retorno sobre o Investimento

Retornar o investimento significa que mensalmente sua empresa devolve parte do investimento que você fez, inicialmente ou durante a vida da empresa. Essa parte que retorna, que paga para você o investimento feito, é o lucro acumulado no período.

Verdadeiramente, o negócio só é viável se for capaz de devolver para você o investimento realizado, o que você gastou para montar o negócio.

Daí surge a expressão taxa interna de retorno. Significa o percentual, como se fosse uma prestação mensal, que sua empresa lhe paga mensalmente, referente ao investimento feito. Como comparação mais imediata, o negócio é bom se gerar uma taxa de retorno superior ao que outro investimento proporcionaria para você.

Na elaboração de seu plano de negócios, aprenda e utilize a compreensão sobre retorno de investimento para avaliar a viabilidade do empreendimento.

Como exemplo simbólico, imagine uma empresa que necessitou de um investimento inicial de R$ 31.000,00 esteja proporcionando lucro mensal de R$ 3.088,24.   Significa que essa empresa está proporcionando um retorno de 10% ao mês. Como chegar a essa conclusão?

Faça a conta para entender melhor:

Retorno sobre o investimento = lucro x 100       =        3.088,24 x 100         = 10,0%

__________               __________

investimento                 31.000,00

Com uma taxa de retorno sobre o investimento de 10,0% ao mês, significa que os R$ 31.000,00 investidos serão totalmente recuperados em 10 meses.

prazo de retorno = investimento    =         31.000                       = 10 meses

_________                   _________

Lucro mensal                  3.088,24

Desconsiderando a comparação de riscos entre as possibilidades de investimento existentes no mercado, não é fácil encontrar um investimento com taxa de retorno superior ao nosso exemplo simbólico. O que nos leva a concluir que a empresa simbolicamente representada em nosso exemplo traduz um bom negócio.

Mas isso nos abre outra questão importantíssima a considerar na elaboração do seu plano de negócios, que é sua necessidade de renda.

A necessidade de renda do empresário é outro fator que causa muito insucesso nas empresas.

Procure no SEBRAE informações complementares sobre opções legais para apuração do lucro, impostos e contribuições incidentes.

Anúncios

Read Full Post »

Plano de Negócios. O que é? Como elaborar?

 O plano de negócios do seu empreendimento é o projeto de sua empresa, no qual cada uma das questões anteriores será esmiuçada, estudada, compreendida e dominada, para que você seja hábil o suficiente para tomar decisões acertadas como empresário.

 Um plano de negócios então pode ser entendido como um conjunto de respostas que define o produto ou serviço a ser comercializado, o formato de empresa mais adequado, o modelo de operação da empresa que viabilize a disponibilização desses produtos ou serviço e o conhecimento, as habilidades e atitudes que os responsáveis pela empresa deverão possuir e desenvolver.

 O que considerar num Plano de Negócios? – Parte 1

 

Perguntas que devem ser respondidas pelo PN

Definições

Quais produtos ou serviços serão oferecidos ao mercado? Esta é a primeira definição. Ela é a mais importante, pois condicionará todas as demais. O fundamento aqui é que os produtos e serviços devem atender necessidades de pessoas ou empresas. No caso da idéia de produtos e serviços que você pensa em oferecer, como descobrir se existe interesse de pessoas ou de empresas? O estudo de mercado, ou seja, da concorrência, dos fornecedores e dos clientes em potencial será a parte principal do seu projeto de empresa, do seu Plano de Negócios.
Como serão obtidos esses produtos e serviços? Se for produção própria, é necessário garantir o domínio tecnológico. Já existe este domínio? Se não, como e onde obtê-lo? Se for por aquisição do mercado, é necessário identificar fornecedores e e avaliar as condições de fornecimento. São adequadas ao seu negócio? Como agem seus futuros concorrentes? Produzem? Revedem? Terceirizam?
O que de melhor será oferecido? Os trunfos da concorrência devem ser identificados. O que deve ser oferecido ao mercado que seja um diferencial? Que seja mais atrativo do que a concorrência já oferece? Qual vantagem será oferecida aos clientes para superar a concorrência? E quanto aos novos concorrentes, existe a possibilidade de surgir outros concorrentes de maior capacidade? Observe que sempre é possível ser melhor ou se igualar aos melhores concorrentes. Se o nível tecnológico igualar as empresas, supere em serviços agregados, isto é, no atendimento ao cliente.
Quem é e onde está o cliente? O mercado comprador deve ser estimado, deve ser conhecido. Quem comprará seus produtos e serviços? Por que comprarão seus produtos e serviços? Qual será o volume? Com que freqüência comprarão? Onde estão  esses clientes? Como chegar até eles? Como influenciar sua decisão de compra? Qual o volume mínimo de vendas poderá ser conseguido? Como será sustentado esse volume de vendas?

Read Full Post »