Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘tendências’

Por Reinaldo Miguel Messias

O livro “O monge e o executivo” de James C Hunter cita uma frase interessante falando sobre a “hora de crescer”:
“Chegou a hora de crescer. Crescer não consiste em ser melhor que os semelhantes e superá-los e sim superar a si mesmo”.
Mas para empresas e seus negócios como tratar tal hora de crescer?
Não se trata de plágio, mas aproveitar a base de conhecimento e expandir. Então,que tal?
“Chegou a hora de crescer. Crescer não consiste somente em ser melhor que a concorrência e superá-la, mas sim, através da boa gestão de negócios, fazer sempre o melhor a cada operação!”


Por que abordar isso?
Falar é fácil, mas como descobrir a hora de crescer no ambiente de negócios?
Quando a economia está forte assim como em 2010, nota-se que muitas empresas apostam em ganhos recompensadores e partem para investimentos em novos mercados, operações ou instalações.
Enxergam que suas receitas serão aumentadas por essa aceleração econômica.
Seu credo diz: “Mais receita, mais lucro”!
Acreditam que apenas o “feeling” empreendedor basta para tomar decisão.
Planejar? Para quê? Além do mais acreditam que“Quando tudo vai bem, qualquer coisa dá certo”!
Planejamento? Como, se nem é suficiente o tempo para “fazejamento”!
Além do mais é voz corrente: ”tenho que crescer”!
Quanta angústia. Sabe por quê?
Ele que era o “dono” da produção vê seu encarregado tomando decisões de programação de entregas. É hora de cresce!
Ele vê seu encarregado de caixa pensando em gestão de recursos financeiros para não comprometer os pagamentos!É hora de crescer!
E pior, vê até a líder de vendedoras falando em competência e reconhecimento para fazer nova contratação! Vou perder a hora de crescer!
Surgem novos clientes e novos negócios, seu pessoal está diferente e até mesmo o espaço ficou apertado e desorganizado demais para trabalhar.
Nesse momento é como se o relógio na parede de sua sala disparasse e acusasse a “HORA DE MUDAR”.
Mudar para crescer, melhorar e se manter sólido no mercado.
Mudar e contar com equipe melhor capacitada e voltada a oferecer soluções e não apenas vender produtos
Mudar e transformar a cara do negócio num espaço mais acolhedor e agradável focando consumidores mais esclarecidos e mais exigentes.
Mudar e adquirir novos equipamentos que alcancem melhor qualidade e produtividade barateando produções ou fabricando novas soluções
Mudar e ir até novos potenciais de consumo, seja presencial ou virtualmente.
Mudar é buscar novos resultados que favoreçam o crescimento.
Mudar é estabelecer indicadores que permitam saber se estamos realmente crescendo (operando com maislucro) ou apenas inchando, trabalhando muito sem ganhar nada!
Um acertado planejamento vai apontar a real dimensão dos investimentos a serem realizados frente aos resultados a serem atingidos e, além disso, quanto tempo será necessário para retornar cada centavo colocado no negócio.
Mudar exige muito de planejamento para evitar desperdiçar tempo, esforço e recurso financeiro.
Planejamento não garante o sucesso e sim ameniza os riscos de insucesso. Retornos rápidos demais podem sugerir excesso de otimismo por parte do empresário, entretanto longos demais sugerem também riscos quanto a mudanças de cenários, tecnologias ou hábitos de consumo.
Tempo de retorno será então uma decisão planejada com cautela e um dos riscos a ser assumido por você empresário
Vale à pena lembrar que se paga um preço para crescer. Que preço é esse?
Primeiramente vem a questão dos investimentos.
Para executar o planejamento de seu crescimento há geralmente um comprometimento financeiro voltado a recursos financeiros.

O investimento pode ser conseguido através da venda e integralização de um patrimônio pessoal ou familiar, como por exemplo, um bem móvel ou imóvel e, neste caso pode gerar um sentimento de insegurança. Claro que se a decisão for madura e bem planejada, este sentimento será rapidamente abandonado frente à alegria de lucro!

Reinaldo Miguel Messias

Consultor – Sebrae/SP

O investimento também pode ser conseguido através de uma instituição financeira e neste caso, quanto mais sólido for seu planejamento e suas comprovações, mais facilmente serão disponibilizados os recursos e as parcelas poderão ser absorvidas pelas receitas adicionais geradas. Importante será avaliar a possibilidade de geração de lucro mesmo com o pagamento dos financiamentos!

Você poderá com seu planejamento também conseguir investimentos através da abertura de capital de sua empresa. Buscar um sócio que integralize capital é um caminho interessante, mas pode custar parte da autonomia que você possui para tomar decisões. Avalie os riscos.

Assim, tomar a decisão de mudar exige que você empresário sinta-se realmente liderando o processo evolutivo de seu negócio. Pensando não só em ações, mas e muito mais em estratégias de mudanças que vão levar ao efetivo crescimento de sua empresa.
Para empresas de sucesso a hora de crescer acontece logo após ter feito o que era para ser feito quando percebe a hora de mudar!

Anúncios

Read Full Post »